Um capítulo da fascinante história do... Balão Mágico

Por Fabricio C. Boppré em 09/04/2018


Biggs havia fugido da prisão na Inglaterra e vivia desde 1970 no Rio de Janeiro, onde se tornara uma atração turística, dando autógrafos para visitantes ingleses e participando de festas com bandas de rock como Sex Pistols e Rolling Stones. Em abril de 1981, foi sequestrado por um grupo de mercenários britânicos que queria levá-lo de volta à Inglaterra e exigir uma recompensa do governo do país. Mike apareceu na TV fazendo um apelo emocionado pela libertação do pai. Os executivos da CBS ficaram impressionados com o carisma do menino e o contrataram. Biggs também teve sorte: o navio no qual seus sequestradores o levavam teve problemas técnicos em Barbados, e a turma toda foi presa. Como Barbados não tinha tratado de extradição com a Inglaterra, Biggs retornou ao Brasil.

Biggs é Ronald Biggs. Sim, isso é parte da história do Balão Mágico, aquele grupo infantil dos anos 80 (eu tinha todos os discos — quero dizer, tenho-os ainda). Para entender, clique aqui.

Categoria(s) associada(s): Outros

Créditos do post: Do Blog do Barcinski.



Nenhum comentário.

Comentar