Aperitivo do novo disco do BRMC

Por Fabricio C. Boppré em 18/02/2010

Clique aqui para ouvir Conscience Killer, faixa do disco novo do BRMC, Beat The Devil’s Tattoo, que será lançado mês que vem.

Gostei da música, boazinha. E a capinha do disco, essa aí em cima, achei linda. Pena que o título do disco é besta. Mas, ainda sobre a capa, o que será isso, alguma tendência? Se bem que esse formato circular da capa do BRMC sugere o formato do disco, reproduzindo aquelas luvas internas dos vinis quando ficam envelhecidas, enquanto que no caso do Sunn O))) e do Autechre é mais um desenho mesmo… Mas, sei lá, não tem como uma coisa não remeter à outra. Mero detalhe superficial.

Banda(s) associada(s): Black Rebel Motorcycle Club

Categoria(s) associada(s): Posters e artworks, Notícias, Mixtapes e streamings

Créditos do post: SWAB

Créditos da imagem: RCRD LBL



10 comentários:

  • José Victor em 18/02/2010

    Capa criativa, música razoável!

  • Vicente em 19/02/2010

    Do caralho essa capa. Legal ver que o BRMC conseguiu transpôr a contemporaneidade de bandas como Strokes e Kings Of Leon, criando seu próprio universo.

  • Fabricio Boppré em 19/02/2010

    Cultivo uma identificação especial com o BRMC, seus erros, imperfeições, e os acertos, claro. Difícil explicar – analisando friamente, acho a obra deles legal, mas nada especial, longe de qualquer genialidade artística. Fora o Howl, que para mim é resultado de um raio fulminante de inspiração, os outros discos todos são bem irregulares. Ainda sim, é uma banda que acompanho de perto, ouço bastante, percebo algo de inquieto e autêntico neles, por trás de uma camadinha tolerável de pose.

  • Natalia Vale Asari em 19/02/2010

    Eu ouvi a faixa que dá nome ao disco, Beat The Devil’s Tatoo (no Finest Hour, mas no programa da semana passada, que não dá mais para ouvir). Achei bem legal, comparável ao clima do disco Baby 81.

  • Fabricio Boppré em 19/02/2010

    É, a julgar também por essa Conscience Killer, vem outra tentativa de reedição de um Howl mais eletrificado, assim como foi o Baby 81. E, pelo visto, o The Effects of 333 foi só um episódio na vida dos caras, um desvario instigante e transitório.

  • Sid Costa em 19/02/2010

    Se eu não me engano o Era Vulgaris fez essa capa antes.

  • Sid Costa em 19/02/2010

    Consertando post torto. O QOTSA fez essa capa antes no Era Vulgaris.

  • Fabricio Boppré em 20/02/2010

    Boa lembrança, esse do QotSA também simulava aqueles contorninhos do disco.

  • Alexandre Rabelo em 24/02/2010

    já vazou né…vou escutar, sempre vale a pena escutar os discos do black rebel

  • Alexandre Rabelo em 24/02/2010

    Já passou da hora deles tocarem no Brasil

Não é mais possível adicionar comentários para este post.